quinta-feira, 31 de maio de 2012

COMETA DO DESCOBRIMENTO DO BRASIL POST

O COMETA DO



DESCOBRIMENTO



DO BRASIL



Em 21 de abril de 1500 quando a esquadra de Cabral chegou ao Brasil  , um cometa já era visível na Europa , na constelações de Sagitário e Capricórnio  ; este mesmo cometa seria  observado por astrônomos chineses em 8 de maio .



O cometa deveria ter  sido visível entre 15 de abril e 20  de maio na costa do Brasil e no Atlântico      , mas as condições atmosféricas nas costas brasileira durante a permanência  de Cabral ao Brasil  , não eram boas .



Por esta razão  , apenas no dia 12 de maio , 10 dias após ter deixado o Brasil em direção ao Cabo da Boa Esperança , a caminho das Índias , a tripulação  da esquadra de Cabral observou um cometa que surgiu do lado leste,  com uma cauda muito longa e estreita e que ficou visível por 8 ou 10 noites seguidas .

Segundo relatos da época , tratava – se de “ um grande cometa com um raio que demorava contra o Cabo da Boa Esperança”...... “ apareceu um cometa para as partes da Etiópia , com uma cauda muito comprida” .

Este cometa provavelmente é aquele designado na Itália como “ il Signor Astone” (“A Grande Haste” ) .



O cometa foi observado pelo célebre Mestre João Faras (João Emeneslau, Mestre João) , médico, astrônomo, e astrólogo  espanhol presente na expedição de Cabral . Aqui  , Faras  realizou os primeiros estudos astronômicos no Brasil , e identificou  pela primeira vez , com exatidão as estrelas  da constelação do Cruzeiro do Sul .



Em 23 de maio , 11 dias mais tarde , depois do meio-dia desabou uma enorme e violenta tempestade que  durou  21 dias e que causou o naufrágio de 4 naus , comandadas por Bartolomeu Dias , Luiz Pires ,  Aires Gomes da Silva e Simão de Pina . Não houve sobreviventes , ficando esquadra reduzida a apenas oito navios .



Bartolomeu Dias ( 14501500 ) ficou   célebre por ter sido o 1º  europeu a navegar para além do extremo sul da África, "dobrando" o Cabo da Boa Esperança e atingindo o oceano Índico a partir do Atlântico



Na época , a tormenta que se abateu sobre a esquadra de Cabral   foi erroneamente atribuida ao cometa ; atualmente não se aceita a influência meteorológica dos cometas  .



Por outro lado , a perda das 4 naus e mortes trágicas  de seus marinheiros  , reforçou a generalizada  crença de que os cometas eram “astros de mau agouro” .




Nenhum comentário:

Postar um comentário